WPCloud – Tudo o que você queria saber…

  • por

Desde que me conheço como “gente”, sou uma pessoa com perfil técnico – apesar de que, atualmente, esteja mais voltado para a gestão do que a “mão na massa”. Nos últimos 5 anos, tenho atual bastante com implementações de WordPress, tanto em hosting contratado, como Locaweb, Kinghost e afins, como em ambientes próprios, corporativos.

No decorrer deste tempo, sempre tive um ou outro problema de disponibilidade, lentidão, site fora do ar e um leque de problemas que, como técnico, ficava evidente a falta de comprometimento dos hostings com os sites hospedados. Cheguei a mapear mais de 400 sites em uma mesma máquina!

Para estes hostings, quanto mais sites no mesmo servidor, maior o lucro e mais complexo o ambiente.

Se em uma empresa, em um site de e-Commerce, em um sistema SaaS ou outro sistema crítico o ambiente é gerenciado, monitorado e com atuação automatizada, com técnicos para atuar de forma proativa, por qual motivo estas empresas não oferecem este tipo de serviço?

Os hostings que se propõe à este tipo de gerenciamento possuem um custo proibitivo. Se você pensar em hospedar seu site no Kinsta, por exemplo, a menor configuração sairá por R$ U$ 30,00/mês (o equivalente a R$ 180,00 reais por mês – Dolar + IOF totalizando R$ 6,00). Uma configuração muito limitada e todo o excedente é cobrado (número de visitas, uso de cache, espaço em disco e etc).

E, apesar de ser gerenciado, o processo de atualização do WordPress core, dos temas e plugins são sua responsabilidade. Eles garantem a sua infraestrutura, a disponibilidade do ambiente mas não gerenciam SEU SITE WORDPRESS.

Quando iniciamos os primeiros desenhos de como seria o WPCloud, tinhamos em mente as seguintes metas:

  • TODAS as atividades de gerenciamento deveriam ser automatizadas. Nenhuma tarefa manual.
  • Foco no cliente: O cliente deve se preocupar apenas com conteúdo. Atualizações, segurança e etc são responsabiilidade do nosso hosting.
  • Nós não “vendemos hosting”: Nós oferecemos nossa especialização em administração de ambientes críticos e segurança de dados;
  • Nós não “fazemos hospedagem”: Nós oferecemos um valor agregado ao site. Hospedando na WPCloud você tem a certeza de alguém 24×7 olhando para o seu site.
  • Garantia de Disponibilidade: Nossa meta é oferecer um SLA de 99,9999% (32 segundos/ano)

Para isto, nos cercamos de tecnologias que possibilitem isto. Por exemplo, todo nosso backend é desenvolvido em Python e utilizamos o apache NiFi para a nossa automação. Para subirmos um novo site demora 3 minutos; Uma migração de 25Gb de dados, 30 minutos:

Nossas rotinas diárias de verificações de patches, atualização de Sistemas operacionais e tasks específicas do wordpress também são feitas de forma automatizadas:

Utilizamos duas instâncias distintas para o monitoramento dos sites dos clientes: Uma, focada nos sites especificamente e uma segunda, voltada para o monitoramento de todos os aspectos de infraestrutura:

Nossos clientes possuem monitoração por:

  • Tempo de Resposta de carga da página: Caso algum site ultrapasse 10 segundos para carregar, uma task é criada no suporte para que seja possível a otimização do mesmo.
  • Disponibilidade do Site: Na “frente” dos sites hospedados temos uma camada de cache para garantir o site no ar em caso de problemas com o mesmo. Nosso monitoramento é focado no host onde o site está hospedado, fazendo um bypass no cache. Com isto, mesmo em caso de problemas, podemos garantir um SLA de Disponibilidade de 99,9999%.
  • Outras validações: Expiração de certificado SSL, tempo de resposta de DNS, disponibilidade da página, entre outras.

Ainda é um trabalho “Working in Progress”; Muita automação ainda precisa ser feita… Mais ítens de monitoramento precisam de implementação e precisamos de muitas horas ainda de desenvolvimento para melhorar o painel do cliente….

Recentemente, devido à alta demanda de solicitações, criamos o serviço de Adequação do WordPress para a LGPD. O objetivo é simples e pode evitar as altas multas previstas na lei.

Ainda somos “peixe pequeno neste mar de tubarões”. Mas aos poucos vamos crescendo nosso ambiente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *