Tendências de DevOps

Tendências de DevOps

A empresa RightScale publicou resultados de sua pesquisa sobre tendências DevOps na indústria de TI. Segundo o relatório, as ferramentas Docker, Puppet e Chef dominam o mercado, e aumenta a adoção do Docker nas grandes empresas.

A RightScale extraiu essas informações sobre DevOps a partir de respostas relacionadas ao tema na sua pesquisa anual de tendências em cloud computing, realizada com 1060 profissionais.

Respostas por Região

Respostas por Região

A adoção do DevOps cresceu fortemente entre 2015 e 2016, e é maior nas grandes empresas (81%), em comparação com as pequenas e médias (PMEs) em que a adoção atinge 70%. A adoção acontece “de baixo para cima”, sendo mais alta no nível de projeto/equipe e mais baixa nos níveis de departamentos.

Enterprise x PMEs

Enterprise x PMEs

O Docker quase dobrou em adoção, entre os entrevistados, e muitas empresas planejam usá-lo em um futuro próximo. Com relação aos desafios que terão de enfrentar, o maior reportado é a falta de experiência, seguida por questões de segurança e imaturidade tecnológica.

Desafios do uso de Containers

Desafios do uso de Containers

Segundo a pesquisa, o uso do Docker acontece tanto em desenvolvimento como em produção, com adoção maior por grandes empresas (29%) do que por PMEs (24%). Geograficamente, a Europa teve o maior aumento em adoção.

Entre as ferramentas de gerenciamento de configuração, Puppet e Chef dominam; já o Ansible dobrou em uso entre 2015 e 2016. Organizações que usam essas ferramentas tendem a utilizar mais de uma delas (a combinação Chef+Puppet é especialmente comum). Em geral, o uso acontece em conjunto com o Docker – em torno de 80% dos usuários do Docker também usam ferramentas de gerenciamento de configuração.

Uso Chef e Puppet

Uso Chef e Puppet

As distribuições Linux Ubuntu, CentOS e Red Hat dominam os sistemas operacionais usados nos containers, sendo CentOS o mais adotado (12%). Ainda na área de containers, segundo os entrevistados o foco será investir em aprendizado e experiência.

Outro dado: cerca de 24% dos respondentes demonstraram interesse em executar containers em máquinas físicas em vez de máquinas virtuais, onde normalmente são executados. Projetos como o Hyper são um passo nessa direção.

Fonte: InfoQ