10 empresas não financeiras que usam o blockchain para inovar

10 empresas não financeiras que usam o blockchain para inovar

Os bancos e os que acreditam no Bitcoin normalmente concordam que o blockchain é uma das descobertas mais importantes de nossa era. A capacidade de armazenar e carimbar com data/hora todos os tipos de dados de uma forma que ninguém possa apagar, censurar e editar é muito mais útil do que muitos imaginam.

Também estamos acostumados à forma com a qual dados de computador sempre podem ser copiados, editados, censurados e apagados, dependendo de suas configurações de permissão. O blockchain muda drasticamente esses preconceitos, permitindo a criação dos primeiros ativos digitais. Uma mudança tão fundamental na forma em que dados funcionam é, hoje em dia, estranha e de difícil compreensão para grande parte do mundo.

Provavelmente esse é o motivo pelo qual o blockchain está funcionando por quase 7 anos, mas o número de empresas realmente inovadoras que estão usando ele para algo diferente de serviços bancários e financeiros ainda é relativamente pequeno.

Abaixo seguem dez empresas atuais muito inovadoras e provavelmente disruptoras que usam o blockchain fora do setor bancário e financeiro.

Ascribe 

A Ascribe permite que artistas reivindiquem propriedade e emitam impressões numeradas de edição limitada de todo tipo de obra de arte em seu formato digital com o uso do blockchain. Também inclui um mercado e auxilia na compra e venda de arte através de seu site, eliminando a necessidade de caução.

“A Ascribe é para todos os criadores que quiser proteger e gerenciar seu trabalho criativo. A Ascribe permite que você compartilhe seu trabalho sabendo que sua reivindicação de autoria é protegida e permite que compradores colecionem e realmente possuam seu trabalho digital. Com a Ascribe, a venda de propriedade digital é tão fácil quanto a venda de propriedade física. A Ascribe permite a você transferir propriedade intelectual (PI) a alguém em qualquer lugar do mundo por e-mail. Temos por objetivo a democratização da PI pela facilitação de seu acesso às pessoas.”

BitProof 

O BitProof é o mais avançado de vários aplicativos de marcação de hora/data de documento que surgiram nos últimos anos, tornando cartórios obsoletos. Embora existam versões gratuitas como o Blocksign e o OriginStamp, o BitProof oferece mais serviços, incluindo um que visa a proteção de propriedade intelectual. O BitProof fez recentemente uma parceria com a Holberton School de São Francisco para colocar seus certificados acadêmicos estudantis no blockchain, reconstruindo totalmente a forma de manuseio e uso de certificados estudantis.

UProov 

O que o BitProof faz por documentos, o UProov faz por fotos e vídeos. Simplesmente o mais avançado dos aplicativos de marcação de hora/data até o momento, este aplicativo de smartphone pode vir a tornar-se o mais útil aplicativo do blockchain de todos, já que não existem limites para situações em que você pode precisar provar que algo aconteceu próximo a você.

“Pela primeira vez, as fotos e vídeos que você gravar podem ser comprovados e considerados autênticos… É criada uma chave com marcação de hora/data exclusiva a partir da gravação que é inserida diretamente no livro contábil do blockchain. A gravação é então bloqueada, mude apenas um pixel e a chave não corresponderá. A chave do livro contábil possui uma prova de integridade sólida da gravação que você fez para ser usada a qualquer momento.”

Todos os seus dados podem ser definidos como públicos ou privados no blockchain, permitindo usos como registros de pedidos de indenização incontestáveis ou de violência policial com a mesma facilidade.

Colu 

A Colu é a primeira empresa a permitir que outras empresas emitam ativos digitais, e a variedade de ativos que eles podem “codificar” é muito impressionante. Embora a carteira gratuita de bitcoin Counterparty já permitisse a emissão e a negociação de códigos simples entre outros donos de carteira, os códigos da Colu podem ser feitos de todas as formas e tamanhos, podem sair e entrar novamente em seus sistemas, e até mesmo armazenarem dados na rede BitTorrent quando forem grandes demais para serem colocados no blockchain.

“A Colu permite a criação de uma camada de ativos digitais à frente da internet com o uso do blockchain do Bitcoin… desenvolvedores com pouco ou nenhum conhecimento de Bitcoin podem emitir e gerenciar ativos digitais para várias utilizações, desde o setor financeiro (participações, títulos, ações), registros (certificados, direitos autorais, documentos) e até propriedade (ingresso de eventos, vouchers e cartões presente).”

A Colu se encaminha para um excelente começo, com uma parceria já garantida com a Deloitte e o anúncio de “mais de 20 integrações” em seu blog em Outubro. A Warranteer é uma de suas primeiras integrações.

Warranteer 

A Warranteer usa a Colu para levar as garantias de seus produtos do papel para o blockchain, mantendo as atualizadas e facilmente transferíveis. Seus clientes já incluem a LG e a GoPro.

“A Warranteer lidera a revolução das garantias eletrônicas na era digital e estabelece o padrão para sua carteira de garantias segura. Acreditamos no seu direito de ser um consumidor inteligente e de ter fácil acesso às informações e ao suporte de seus produtos. Nossa plataforma de garantias protege você e poupa seu tempo armazenando de forma segura todas as suas garantias eletrônicas na nuvem.”

Everledger 

A Everledger usa o blockchain para acompanhar diamantes individualmente, desde a mina até o consumidor e além. Isso resolve alguns problemas de longa data no ramo de seguros que teriam economizado a seguradoras mais de 300 milhões de libras por ano com detecção de diamantes de conflito e fraude de seguro.

“A Everledger é um livro contábil permanente de certificação de diamantes e histórico de transações relacionadas. Oferece verificações para seguradoras, proprietários, requerentes e autoridades de aplicação da lei.”

Filament 

Talvez a mais ambiciosa em nossa lista, a Filament usa dispositivos de hardware pequenos e avançados para colocar todos os tipos de eletrônicos, especialmente equipamentos, no blockchain, criando uma Internet das Coisas para sua área local.

“A Filament permite que você crie uma empresa conectada sem precisar tornar-se um especialista em segurança, escalabilidade ou camadas de rede. Cubra uma fábrica com sensores ou controle as lâmpadas das ruas de uma cidade inteira. Nossas redes autônomas abrangem quilômetros e duram anos, tudo sem WiFi ou celulares.”

Genecoin 

A Genecoin não é uma criptomoeda, mas um serviço diferente que “reserva seu DNA” colocando uma cópia de seu genoma no blockchain. Apesar das conotações de ficção científica de fazer uma cópia de si mesmo, também existem usos médicos para manter seu perfil de DNA acessível.

“Ajudamos você sequenciando seu DNA e depois carregando ele dentro da rede do Bitcoin. Isso espalha seu material genético para milhares de computadores em todo o mundo.”

Provenance 

A Provenance busca registrar cada detalhe do que acontece na cadeia de suprimento de varejo mundial no blockchain e tornar todas essas informações pesquisáveis em tempo real para os consumidores. Imagine escanear o código QR de um atum no supermercado e saber exatamente onde o peixe foi pescado, quem o certificou, onde foi enlatado etc, todos com marcação de hora/data de cada etapa.

“A Provenance ajuda a reunir e a compartilhar informações e histórias por trás de produtos. Também somos pioneiros em um novo método para garantir a autenticidade de informações – acompanhamento de itens e seus atributos até mesmo na cadeia de custódia mais complexa.”

Wave 

A Wave se voltou para a cadeia de fornecimento mundial e, especificamente, para o problema incrivelmente danoso com documentos de importação conhecidos como conhecimentos de embarque, a serem modernizados pela empresa com o blockchain. Eles ligam todos os membros de uma cadeia de fornecimento ao blockchain descentralizado, o qual permite uma troca direta de documentos entre eles, solucionando o maior problema do setor de remessas. A aplicação da WAVE gerencia a propriedade de documentos no blockchain, eliminando litígios, falsificações e riscos desnecessários.

“A Wave criou uma rede ponto-a-ponto e completamente descentralizada que liga todos as transportadoras, bancos, despachantes de mercadorias, negociadores e outras partes da cadeia de fornecimento comercial internacional. Com o uso de tecnologias descentralizadas, todas as comunicações entre essas partes serão diretas e não passarão por uma entidade central específica. Devido à sua natureza descentralizada, a rede da Wave não terá nenhum ponto de falha e não dependerá de nenhuma entidade.”

Fonte: BraveNewCoin BitcoinNews